A forma como cozinhas o arroz está a prejudicar a tua saúde! É importante que o cozinhes desta maneira!

Cozinhar o arroz apenas com água e sal é, além da forma mais tradicional, muitas vezes considerada como a maneira mais saudável de fazer arroz. No entanto,  cientistas descobriram que o nível de água utilizado na cozedura do alimento pode prejudicar a tua saúde e causar doenças graves. Acontece que, colocar uma porção de arroz para duas de água e retirar o tacho do lume logo após a água desaparecer pode deixar o alimento com resíduos de arsénico.

O arsénico é um químico semi-metal associado a diferentes tipos de problemas de saúde, como o cancro, diabetes e problemas cardíacos, entre outros. Este elemento tóxico contamina o arroz durante a fase de plantação, porque está presente em alguns fertilizantes e também na composição química da água da chuva e da água usada para regar as plantações. Fazer a cozedura do arroz até que a água evapore pode deixar os consumidores de arroz expostos a este elemento.

A forma mais saudável de cozer arroz

O professor de Ciências Biológicas na Universidade Queens de Belfast, Andy Meharg, apresentou, no programa “Trust me, Im a Doctor”, exibido pela BBC Two, três formas distintas de cozer o arroz, a fim de testar qual provocava alterações nos níveis de arsénico.

  • A forma mais tradicional revelou ser a mais prejudicial: uma medida de arroz para duas de água. Desta forma torna-se a menos aconselhável.
  • A segunda possibilidade, a mais saudável por quase não registar níveis de arsénico: para uma porção de arroz usar cinco de água e depois escorrer o arroz.
  • A terceira e última, muito menos prática e saborosa, mas saudável: utilizar uma medida de arroz para cinco de água e deixá-lo repousar durante a noite. Perde cerca de 80% dos níveis de arsénico. O ideal, garantem os investigadores, é juntar as duas últimas opções, ainda que fique menos saboroso.

Segue a nossa página de facebook:


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *