Minutos antes de ser morta pelo próprio pai, ela escreveu uma carta… O que dizia…

Esta é uma história verídica de uma menina chamada Laura, com apenas 8 anos de idade, que escreveu uma carta pouco tempo antes de ser morta pelo seu próprio pai. A carta estava endereçada a um tal de “Jack”, pois para a menina o “Jack” era o “amigo mau” do seu pai, aquele amigo que fez com que o seu pai mudasse dramaticamente o comportamento.

Quando ela perguntava à mãe onde o pai estava, ela dizia “foi ter com o Jack outra vez”, a menina na sua inocência julgava tratar-se de uma pessoa, mas na verdade “Jack” era uma marca de um whisky conhecido.

A ONG “Bandeiras Brancas” pegou na história desta pequena e criou uma curta metragem que vale a pena ver cada segundo, pois muitas famílias estão neste preciso momento a viver o mesmo drama que esta família viveu, e que tirou a vida à pequena Laura.

A carta é narrada na primeira pessoa, e nela Laura revela as suas angústias e tristezas, ao observar as mudanças no seu pai dia após dia. Toda a família sofre com os actos do seu pai e do amigo “Jack”, já venderam a casa, o pai perdeu o emprego, a mãe já teve de passar fome para ela comer, episódios de vιolêncιa doméstica, enfim…um drama bem conhecido de muitas famílias portuguesas, quem sabe até mesmo na sua.

O intuito desta ONG ao fazer um vídeo tão marcante, é que as pessoas partilhem de forma a que o conteúdo da carta chegue ao público alvo, pessoas que sofrem deste problema e que pode ser qualquer pessoa, seu vizinho, seu amigo, seu familiar! Saiba que a maioria das vezes, quem está de fora não se apercebe deste problema até ser tarde demais…por isso partilhe, para que quem precisa ganhe força, e peça ajuda!


Segue a nossa página de facebook:




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *