Pirâmide submersa no Açores descoberta por um navegador português!

Um navegador português acredita ter descoberto uma pirâmide submersa nos Açores. A Marinha já desmentiu. Há quem veja nisto vestígios da Atlântida.

Um velejador português descobriu uma pirâmide submersa com 60 metros de altura e 8 mil metros quadrados de base, perto do Banco D. João de Castro, entre as ilhas Terceira e São Miguel, nos Açores.

piramide_acores_1

A gigantesca pirâmide submersa, com 60 metros de altura e uma base maior que um estádio de futebol, foi identificada através da utilização de aparelhos de navegação, de um velejador português, o Diocleciano Silva, entre as ilhas Terceira e São Miguel, no arquipélago dos Açores.

piramide_acores_2

A estrutura foi detectada por meio de leitura batimétrica, sendo que Diocleciano não acredita que a pirâmide tenha origem natural.

Esta peculiar descoberta está a suscitar intriga na comunidade científica e o Governo Regional diz que o assunto já está a ser investigado com o apoio da Marinha portuguesa.

piramide_acores_3

De notar que o vértice da pirâmide está na orientação norte-sul, como acontece nas pirâmides de Gizé, no Egito. Na internet circulam já rumores de que a pirâmide está associada à antiga civilização mitológica da Atlântida.

Marinha nega pirâmide subaquática nos Açores

O Instituto Hidrográfico (IH), órgão integrado na Marinha portuguesa, analisou os dados relativos ao Banco D. João de Castro, onde foi detetada uma pirâmide submersa com cerca de 60 metros de altura, e pôs fim à especulação: é apenas uma “elevação submarina, semelhante a outras detetadas” no mesmo local. A análise foi pedido pelo Governo Regional dos Açores e a cartografia hidrográfica, e mostra que na área identificada, ao largo da ilha Terceira, não há qualquer montanha submersa à profundidade que o velejador Diocleciano Silva terá identificado, apenas uma elevação mas a 540 metros de profundidade.

piramide_acores_4

Aquilo que o velejador terá ‘descoberto’ é provavelmente o próprio Banco D. João de Castro, cujo topo se situa a 13 metros de profundidade, mas este relevo já foi amplamente estudado.


Segue a nossa página de facebook:




6 thoughts on “Pirâmide submersa no Açores descoberta por um navegador português!

  1. Boa noite Senhores
    Acaso conhecem o Dr Diocleciano Silva? Acaso sabem ser um Veterinário experiente e que inclusive já foi Quadro nas muitas ramificações dependentes da estrutura Governativa dos Açores? Sabem que muita coisa a Politica e Políticos não querem que se saiba? Sabem que eu próprio já vi no I-pad do Sr Dr. com a faculdade de ampliação de imagem a dita pirâmide, que se não o é, que seja uma entidade fidedigna estrangeira, talvez, que faça uma emersão com recurso a submarino de pesquisa e recurso a video que o desminta. Notam-se perfeitamente os ”degraus” o relevo em sua volta e escalas de profundidades. Ele próprio prevendo que teria este tipo de tratamento e descrédito levou muito tempo sem o referir, só o fez porque algum amigo descreveu a alguém que passou a informação a algum jornalista e empolarão a noticia. Depois veio a Marinha dar o dito por não dito. Mas que outra entidade fez pesquisa? Porque não interessa que se saiba a verdade? Ele mesmo não tem dúvida das leituras que fez, mas gostava de perceber o que existe realmente lá em baixo com tal precisão e rigor de construção e de orientação nas suas extremas. Note-se que não dei conhecimento deste comentário ao Dr Diocleciano, penso que não ficará chateado comigo, mas detesto ver uma pessoa de bem, ter tratamento leviano desta forma. Cumprimentos.

  2. Vivi nos Açores durante 7 anos, vivi e aprendi as suas tradições e ditados populares, e um deles, contado pelos mais velhos na ilha terceira, é que, um dia, uma ilha de nome femenino iria afundar e viria ao cimo uma nova ilha.
    Isto são os contos antigos que sempre me intrigaram, agora esta noticia…… nunca se sabe….. nuca se sabe…
    E sim entidades estrangeiras podiam ajudar….

    1. este é o próprio Diocleciano Silva a defender a dama. O dito fulano diz que é médico, daí se vê a ignorância em geografia, cartografia e ciência fim.

      1. Oh dona Maria Isabel… sabe que é veterinário mas não sabe mais nada sobre ele. Mas eu digo. O senhor deve andar pelos 70 anos e toda a sua vida navegou. É um experimentadíssimo navegador e as tecnologias de navegação não têm segredos para ele. Muitas outras coisas estranhas andam a ser encontradas em terra e todas as entidades andam a tentar abafa-las. E essas estão à vista de todos, não estão no fundo do mar.

  3. Pensso por aquilo que li e tenho visto em outras situações ,de algo que terá que ver com a Atlântida devia a Marinha Portuguesa sondar o mar dos Açores isso devia pois existem muintas coisas que poderiam ser assim desvendadas

  4. Nem deveria estar a opinar , tendo a experiência que tenho em relação a isso.
    Mas pesquiso e sei muito bem que existem coisas estranhas a serem encontradas , não só aqui em Portugal , mas no mundo inteiro . E por mais coincidente que seja , existe sempre uma identidade governamental a desmentir a noticia ou simplesmente a abafá-la .
    É obvio que existem coisas que nos são ocultadas , simplesmente para o interesse deles .. Sempre o fizeram ,e sempre haverão de o fazer .
    Entretanto existem aqueles que preferem ficar na ignorância e aceitar o que lhes é dito ,ou então existem outros que realmente tentam fazer algo .

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *