O teu cão tem remela nos olhos? Cuidado que isso pode ser mais grave do que pensas!

É comum que depois de uma longa e bela noite de sono os cães acordem com o canto dos olhos com sujidades, mais conhecidas como “remela”. Mas o que quase ninguém sabe é que o vazamento muito parecido com a remela, que é sempre confundido com ela, é sinal de uma grave complicação da saúde do animal.

Alguns casos dessas secreções pode indicar que o cão está com alguma infecção ou alergia, bem como uma possível inflamação nos olhos.

Segundo Dr. João Alfredo Kleiner, médico veterinário do Hospital Veterinário de São Bernardo, é preciso sempre ficar alerta nesses sinais corporais do animal. “Ela deve ser avaliada o quanto antes. Aparece nos quadros de uveítes (inflamações nos olhos), glaucomas (doença grave causada pelo aumento da pressão intraocular) e traumas, por exemplo”, diz.

E não param por aí os problemas, alguns outros fatores como conjuntivite e pelos nos olhos, também podem gerar esse tipo de secreção. Todas as raças estão sujeitas as essas doenças, mas são mais frequentes em poodles, lhasas, cocker spaniels, shih tzus, cane corsos, beagles, rottweilers, pugs, pequineses e sharpeis.

cao_remela_1

Quando essas secreções acontecem no canto do olho do animal e fica preso nos pelos e na pele, gera uma mancha que muitos chamam de “manchas da lágrima”. Elas causam infecções e inflamações em alguns casos e também podem gerar dermatites. Essas secreções também são bem comuns em dias quentes, segundo o médico veterinário e especialista em oftalmologia canina, Augusto Campos. “Esse é o período em que os problemas oculares mais atingem os cães. O ar seco é ambiente propício para reações alérgicas e inflamatórias. Deve-se redobrar a atenção em semanas com temperaturas acima de 25° C”, diz.

cao_remela_2

A melhor indicação de cuidado é sempre levar o animal ao veterinário. “Como há várias razões para esses vazamentos, é preciso saber a causa exata para fazer um diagnóstico adequado”, diz Campos. O dono deve estar sempre atento aos sinais para que o tratamento seja feito o mais rápido possível e haja sucesso terapêutico.




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *