22 Imagens que te vão fazer ver a história com outros olhos! Quando vires a #12… Até dá arrepios!

Nunca paramos de aprender, e isso já sabemos, mas à vezes descobrimos alguns factos que nos deixam muito surpreendidos.

A seguir vamos mostrar alguns factos históricos que não estão nos livros de história e vão fazer com que vejas o mundo com outros olhos: temos a certeza de que o vamos surpreender.

Sabia que Hitler era apaixonado pela arte e que ele mesmo pintava? Veja algumas de suas obras.

Estes eram os componentes da banda do Titanic que tocaram enquanto o barco afundava para tranquilizar os passageiros.

Mulheres iranianas fotografadas antes da revolução islâmica.

A sombra de uma vítima de Hiroshima depois da explosão nuclear.

A ideia de como seria o ano 2000 na cabeça de um ilustrador francês em 1924

A prova dos antigos contactos entre vikings e árabes: um anel viking do século IX com a escrita “Para Allah”.

Uma cena do primeiro filme erótico da história, feito em Paris: era 1896.

Durante os primeiro anos de 1900 a heroína era receitada como remédio para curar muitas doenças, entre elas a tosse.

Era assim que os romanos construíam as suas estradas. Está explicado como elas resistiram por séculos!

As próteses dentárias na antiga Roma…

As roupas do governo nazista eram feitas, entre outras marcas, nas fábricas do estilista Hugo Boss: era um grande admirador do Führer e um nacional socialista.

Em 1864 as soqueiras faziam parte dos equipamentos dos policias de Nova Iorque.

Dentro de um submarino da Segunda Guerra Mundial.

Argentavis é o maior volátil da Terra

Antes de acabar nas mãos de Hitler, a suástica foi usada por 3000 anos como símbolo de boa sorte.

Pescadores russos mostram os seus peixes, 1924.

A estrutura da cama dedicada às camareiras domésticas, Inglaterra, 1843.

Uma foto de uma cidade alemã pronta para uma parada nazista (anos 30) que foi colorida.


Artigos Relacionados:

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.