Durante 15 anos jovem afegão viveu com um lápis no cérebro

lapis_cerebro510Na passada quarta-feira um afegão de 24 anos, dirigiu-se a uma clínica na Alemanha, pois queixava-se de permanentes dores de cabeça, dificuldade de visão no olho direito e de sangramento nasal, sem razões aparentes. Os médicos decidiram internar o jovem para tentar descobrir o que se passava e qual era a causa do problema, e não é que descobriram mesmo o problema? O rapaz tinha um lápis de sete centímetros alojado no cérebro.

O corpo clínico da universidade de Aix-la-Chapelle, submeteu o jovem a exames e a uma ressonância magnética que permitiu detectar um corpo estranho e alongado, alojado no cérebro. Decidiram fazer uma cirurgia para remoção e também tentar entender do que se tratava. Ora o objecto era nem mais nem menos um lápis, que foi removido.

O jovem ao ser questionado pelos médicos disse que um dia, quando era criança, lembra-se de ter tropeçado na escola, cair e ficar a sangrar. Disse ainda que se recordava que tinha no momento da queda um lápis na mão que entretanto tinha desaparecido.

O rapaz afegão está a recuperar da operação, que correu bem, e deve receber alta dentro de alguns dias.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.