GNR Hugo Ernano sobrevive apenas com 16,38€ por mês! Isto está a revoltar Portugal!

Como é que as leis não são iguais em todos os tribunais? O valor da justiça deveria ser como o valor da vida: igual para todos! Mas infelizmente é esta a justiça que temos em Portugal!

Hugo Ernano, militar da GNR que em 2008 atingiu mortalmente e de forma acidental um menor de 13 anos, durante uma perseguição policial, encontra-se actualmente suspenso das suas funções na GNR e sem dois terços do vencimento.

A sua situação agravou-se ainda mais quando se deparou com um vencimento de 16.38€ em Junho e 149€ em Julho.

Como é que uma pessoa casada, com dois filhos, um deles ainda muito pequeno, consegue sobreviver com tal quantia?

Como é possível que a própria instituição da GNR permita tanta injustiça?

Quando tudo aconteceu, ele estava em pleno exercício das suas funções como militar da GNR que é zelar pela segurança de pessoas e bens, o que era na altura a sua missão!

Hugo Ernano, mesmo com a sua integridade física ameaçada e a própria vida em risco, não abandonou a missão e cumpriu o seu dever!

Ele mostrou que um agente da autoridade de verdade não foge!

Este militar apenas cumpria com o seu dever…..


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.