Afinal a Nutella “não é cancerígena”, e continua à venda nos supermercados!

A Ferrero emitiu na sexta-feira passada um comunicado onde garante que a “Nutella não é cancerígena, nem foi retirada do mercado em nenhum país”.

A reacção da empresa surge na sequência das notícias de ontem que devam conta de um documento da Autoridade de Segurança Alimentar Europeia (EFSA), que revelou que um dos ingredientes encontrados no creme de avelã Nutella tem grande potencial cancerígeno.

A Ferrero esclarece no comunicado que a Nutella não foi retirada do mercado italiano. O que aconteceu, diz a Ferrero, é que a cadeia de supermercados italiana Coop optou por retirar os seus produtos de marca própria, que continham óleo de palma.

Sobre a utilização do óleo de palma nos seus produtos, a Ferrero adianta que “a EFSA (European Food Safety Authority) analisou a presença de contaminantes num vasto número de produtos e óleos, afirmando que a presença de contaminantes depende do óleo, e da gordura utilizados, assim como os processos a que são submetidos, e que por este motivo a Ferrero seleciona cuidadosamente a qualidade das matérias-primas e aplica processos industriais específicos que limitam a sua presença a níveis mínimos, totalmente alinhados com os parâmetros definidos pela EFSA.”

A empresa diz ainda que “as equipas de qualidade monitorizam constantemente estes factores, e garantem a segurança alimentar dos produtos para o consumidor”.


Artigos Relacionados:

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.