O agricultor e os seus porcos… – Anedota

Um agricultor tinha muitos mas mesmo muitos porcos.
Certo dia, alguém apareceu e perguntou ao homem:
– O que é que dá de comer aos seus porcos?
– Ora, dou-lhes os restos. Porquê?
– Porque eu sou da Associação para a Protecção dos Animais. O senhor não alimenta os seus animais como deve ser, de modo que vou ter que o autuar.
Passados uns dias, outra pessoa aparece e pergunta ao homem:
– O que é que dá de comer aos seus porcos?
– Ai, eu trato-os muito bem! Dou-lhes salmão, caviar… Porquê?
– Porque eu sou das Nações Unidas. Sabe, não é justo os seus porcos comerem tão bem quando há tanta gente a morrer de fome por esse mundo fora. Vou ter que o autuar.
O homem fica mesmo aborrecido.
Passados uns dias, aparece alguém que pergunta ao homem:
– O que é que você dá de comer aos seus porcos?
O agricultor hesita um bocado e finalmente diz:
– Olhe… Não lhes dou nada… Dou cinco euros a cada um e cada um vai comer onde quiser!


Artigos Relacionados:

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.