Depois do banco devolver o seu cheque, ela decidiu escrever esta carta… A sua resposta não tem preço!

Quem é que nunca teve problemas com o banco? A verdade é que é quase toda a gente já teve algum tipo de situação menos agradável com as suas contas bancárias, e nós sabemos como isso pode ser frustrante.

Esta idosa de 86 anos ficou realmente furiosa por lhe terem negado um cheque. Então, ela escreveu uma carta para o gerente do banco que está fazendo furor na internet! Descubra por quê…

“Caro senhor,

Estou a escrever para lhe agradecer por ter recusado o cheque com o qual eu tentei pagar o meu canalizador no mês passado. De acordo com os meus cálculos, devem ter decorrido três nanosegundos entre o depósito do cheque e a chegada dos fundos necessários à minha conta para cobri-lo.

Refiro-me à transferência automática mensal de fundos da minha modesta conta poupança. Esse acordo que ‘só’ existe há 31 anos. Você deve ser elogiado por ter aproveitado essa breve oportunidade, e também por ter debitado 30 dólares da minha conta como penalidade pelo inconveniente causado ao banco.

Este incidente me fez repensar os meus erros financeiros. Eu costumo atender pessoalmente as suas chamadas telefónicas e cartas. Mas quando eu tento entrar em contato com você, sou confrontada com uma gravação taxada e impessoal, tal como o seu banco se tornou recentemente.

De agora em diante, eu, tal como você, escolho apenas lidar com uma pessoa de carne e osso. A minha hipoteca e reembolsos de empréstimos deixarão de ser automáticos. Mas eles chegarão ao seu banco, por cheque, dirigidos pessoalmente e confidencialmente a um funcionário do banco que você nomear. Esteja ciente de que é uma ofensa sob a Lei Postal qualquer outra pessoa abrir tal envelope.

Em anexo, envio um Formulário que eu exijo que o seu funcionário escolhido preencha. Lamento que sejam oito páginas, mas para que eu saiba tanto sobre ele/ela como o seu banco sabe sobre mim, não há alternativa.

Todas as cópias do seu historial médico devem ser assinadas por um Notário Público, e os detalhes obrigatórios da sua situação financeira (renda, dívidas, ativos e passivos) devem ser acompanhados de uma prova documentada. Quando chegar à altura, eu darei ao seu empregado um número PIN, que ele deve citar quando fizer negócios comigo.

Eu lamento que não possa ser menor que 28 dígitos. Eu o fiz de acordo com o número de clics exigidos para poder acessar ao saldo da minha conta através do serviço telefónico do banco. Como se costuma dizer, a imitação é a forma mais sincera de lisonjeio!

Por favor, me permita que vos imite ainda mais. Quando você me ligar, terá um menu de opções no novo sistema de correio de voz para escolher.

Pressione os botões da seguinte forma:

1. Para marcar uma reunião pessoalmente.

2. Para consultar um pagamento em falta.

3. Para transferir a chamada para a minha sala de estar, caso eu esteja lá.

4. Para transferir a chamada para o meu quarto, caso eu esteja a dormir.

5. Para transferir a chamada para a minha casa de banho no caso de eu estar a fazer as minhas necessidades.

6. Para transferir a chamada para o meu telemóvel, se não estiver em casa.

7. Para deixar uma mensagem no meu computador (é necessária uma senha para acessar. Ela será comunicada a você depois que eu autorize esse contacto).

8. Para retornar ao menu principal e ouvir as opções de 1 a 7.

9. Fazer uma reclamação geral ou inquérito. O contato será colocado em espera, aguardando a atenção do meu serviço de atendimento automatizado. Isso pode envolver uma longa espera, mas ao menos uma música aborrecida vai estar a tocar durante esse tempo.

Lamentavelmente, mas novamente seguindo o seu exemplo, eu também devo cobrar uma taxa de 50 dólares para celebrar este novo acordo. Por favor, credite o dinheiro na minha conta se quiser me contactar.

Desejo-lhe um feliz e próspero Ano Novo,

Atenciosamente,

Sua Humilde”

Sem dúvida uma bela lição para todas as empresas, que estão a tornar-se cada vez mais impessoais!


Segue a nossa página de facebook:




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *