O Fiat 127 está de volta e cheio de pujança!

Para os trintões, este carro trás muitas memórias.

Quem não se lembra do Fiat 127, tantos que havia naquela altura.

Com o passar dos anos os exemplares a circular tornaram-se cada vez mais raros, e hoje em dia é muito raro vermos um a passar na estrada, mesmo quando falamos de clássicos.

Na sua época era um carro barato tendo em conta a concorrência, e embora não fosse um exemplo de luxo e conforto, servia bem para a estradas que tínhamos.

Mas os dias de glória do Fiat 127 estão longe de ter acabado, já que um designer italiano decidiu trazê-lo de volta à vida, e com linhas bastante arrojadas por sinal.

O resultado é deveras impressionante, e certamente irá agradar principalmente às camadas mais jovens!

As linhas que caracterizavam o modelo original foram mantidas quase na perfeição, de tal forma que quem conhece o clássico rapidamente percebe que se trata de uma versão moderna, refinada, do mesmo veículo. As linhas traçadas por Pio Manzù, o responsável pela criação do compacto original da Fiat, ainda hoje estão actuais, com os devidos ajustes obviamente, mas dando-lhe um ar “retro” e “vintage” tal como já aconteceu em outros modelos como o Fiat 500 cujo lançamento da nova versão foi um enorme sucesso.

No geral o carro ficou com um look mais desportivo, uma vez que as linhas rectas de que era feito o modelo original foram cuidadosamente adaptadas e curvadas para lhe dar aquele aspecto mais “agressivo”. Também por dentro o painel foi mantido simples como no modelo clássico.

Mesmo com todos os adereços de um carro actual tais como porta-luvas ou a agora habitual central multimédia, a simplicidade do modelo original foi mantida. Sem dúvida um “carrinho” muito bonito e que promete virar muitas cabeças na rua!

O lançamento está para breve (segundo se consta já em 2017), até lá delicie-se com este espectacular vídeo:


Artigos Relacionados:

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.