Maquinista Espanhol gabava-se no Facebook da alta velocidade que alcançava

maquinistaO maquinista que conduzia o comboio que se descarrilou a caminho de Santiago de Compostela, Espanha, e que vitimou mortalmente cerca 80 pessoas gabava-se no seu perfil na rede social facebook das velocidades que alcançava quando conduzia os comboios.

O maquinista Francisco José Garzón Amo, sob quem recaem as suspeitas de culpabilidade pelo trágico acidente, publicou, no ano passado, uma imagem no Facebook do velocímetro de um comboio que marcava 200 km/hora.

A acompanhar a imagem na descrição, o maquinista, que trabalha na companhia Renfe, escreveu o seguinte texto: “Era engraçado estourar o radar da Guardia Civil. Uma bela multa para a Renfe.”

maquinista2

Francisco Amo, que foi constituído arguido pelas autoridades, já efetuou teste de alcoolemia, tendo acusado negativo para a presença de álcool no sangue.

A conta do Facebook do maquinista foi encerrada  devido a uma ordem judicial. Segundo fontes que estão a investigar o acidente, o maquinista circulava a mais de 190 Km/h, num local onde só é permitido circular a 80 km/h.

As imagens captadas pelas cameras de vigilância do descarrilamento estão a chocar o mundo. Podes ver o vídeo AQUI


Artigos Relacionados:

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.