O momento em que Passos Coelho disse a uma desempregada “ter pena de não lhe dar uma enxada para ela trabalhar!”

Durante a visita a uma feira Pedro Passos Coelho deparou-se com uma senhora desempregada manifestando a sua insatisfação dizendo que Passos Coelho devia comprar umas galochas para trabalhar. Passos Coelho respondeu à popular dizendo que tinha pena não lhe poder oferecer uma enxada para ela trabalhar. Vejam o vídeo!


Segue a nossa página de facebook:



Vais Gostar de Ver

31 thoughts on “O momento em que Passos Coelho disse a uma desempregada “ter pena de não lhe dar uma enxada para ela trabalhar!”

  1. Haha! Incha, foi bem feito. Isto o português é “dá pra ca dinheiro, e emprego. Trabalho longe.” Se for o rendimento mínimo, ainda melhor.
    É destas que muitos precisavam de ouvir. Eu levanto me todos os dias cedo, vou pro trabalho, passo horas em transportes públicos, chego tarde e cansado a casa. Pelo de ida e de volta, passo à porta de um café onde estão sempre os mesmos, os parasitas da sociedade do dito “rendimento de insersão social”. Eles chegam ao fim do mês com mais dinheiro, menos cansados, e ainda se riem de mim.
    Depois são esses que se vêm queixar que não há trabalho…

  2. você são todos uns ignorantes! não percebem que grande parte das pessoas que estão desempregadas foram pessoas que fizer maus investimentos com o seu dinheiro, empréstimos a traz de empréstimos, e que agora estão na banca rota, ou outras que simplesmente estão à sombra da bananeira porque têm o subsidio “miserável” do estado enquanto não trabalham. Não culpem o homem de tudo, se deixassem de ser burrinhos podiam começar a perceber que a politica dele está a ser orientada pela troika, que foi acordada por TODOS os partidos maiores, especialmente o PS, ainda acordado no mandato deles. O homem não consegue dar trabalho a ninguém, muito menos 12/13% da população. e foi isso que ele disse à mulher preguiçosa, “se eu ao menos lhe pudesse dar uma enxada, trabalha com uma.” mas é isto o povo português, arte nada, musica só pimba, olha-se para os principais canais é uma vergonha e estão sempre a espera que lhes façam tudo por eles. EVOLUAM, eu tenho vergonha de ser português.

    1. Eu estou desempregada a dois anos procuro trabalho vou a entrevistas e ainda não consegui emprego, tenho rendimento de 0€ os meus país é que me estão a sustentar nem o subsidio social de desemprego me deram porque os rendimentos dos meus pais uma reforma e um ordenado mínimo tinham de chegar para tudo, digam então agora k só os preguiçosos é k não trabalham porque tão a receber subsídios do estado ninguém mais do que eu quer trabalho e não consegue e concorro para tudo lojas, supermercados, limpezas e tenho dois cursos profissionais estudei e nem assim consigo emprego, acreditam mesmo k o mercado de oferta de emprego ta assim tão bom, o passos de coelho da a enxada pergunto-me se ele também da o terreno senão o que a senhora faz só com a enxada foi uma Resposta muito bem dada por parte do nosso primeiro ministro fica então a minha pergunta.

      1. É verdade que aquele trabalhinho certinho de 8 horas da 8 as 16h tudo certinho no final do mês ja é muito raro encontrar,, só que se as pessoas quisessem muito trabalhar, elas trabalhavam, nao me posso dar ao luxo de nao me preocupar em meter comida na mesa, quando se precisa muito, acaba sempre por aparecer qualquer coisa… o “Zé Povino” é que gosta muito de trabalho facil e bem pago, por isso é que isto não anda, porque muitos são gananciosos, e orgulhosos demais, porque se esse “subsidio de reinserção” fosse mais breve( nao tenho a certeza mas acho que são 48 meses), acredito fortemente que ja tinham surgido empregos… eu dou me luxo de ter dois trabalhos e muitas vezes 3… sempre me ensinaram “Parar é morrer” … ja para nao falar que tenho 23 anos e vivo sozinho á 4 e tenho apenas o 9º Ano… e fiz serviço militar que me deu muito jeito para “Abrir a Pestana” especialmente quando me diziam: “se fizerem ronha aqui, são repreendidos e castigados, lá fora ficam enterrados com merda até ao pescoço!”

        Aconselho tropa obrigatória urgente… Não existe melhor escola para enfrentar a vida e seus obstáculos, e ia por fim a muitas “Doenças Sociais”, ja para nao referir a educação e respeito uns pelos os outros!!

    2. É graças a pessoas como o professor que este País não evolui, Eu Sou Português e tenho Orgulho de o ser, por tenho a minha humildade. Independentemente de quem governa, PS, PSD, etc… Mande quem mandar, eu sou vivo, consigo viver como qualquer cidadão Português, uns com pouca, outros com muita dificuldade, deviamos Uniar enquanto cidadãos, enquanto Portugueses. Eu defendo as cores de Portugal faça frio ou faça sol, porque sou Português. Não escolhia outro País, porque foi Portugal que me escolheu! A mim, a si, a todos nós, falar muito falam todos, mas coragem só alguns. Unidos conseguiremos passar por esta fase menos boa, só é preciso Acreditar. E lutar…..

    3. Senhor Professor

      Vergonha em ser português, não tenho. Mas concordo com maior parte do que o Sr. referiu no seu comentário, até porque as pessoas têm que perceber que o Sr. 1º ministro não tem culpa no cartório em maior parte das coisas, um exemplo:

      Quando se Compra um Carro Usado ele fica com os quilómetros no zero outravez? ou fica automaticamente reparado de qualquer imperfeição ou avaria? até um café se abrir novo fica sempre conhecido por quem o geriu antes!

      não se esqueçam que ele pegou no pais, quando isto estava prestes a virar anarquia.
      Não o Culpem por erros que têm vindo a ser feitos ao longo de tantos anos, muito menos de o culparem de não arranjar trabalho, quando somos incompetentes, e a força de vontade é fraca, juntamente com a preguiça que nos faz ficar a espera que a carta do centro de emprego chegue a casa a dizer que temos uma entrevista… tenho 23 e digo se tivessem sozinhos e a passar fome arranjavam dinheiro num instantinho nem que fosse a vender perfumes genericos porta a porta 😉 quem faz trabalho somos nos, ninguem nos vai por isso no colo!!!

      Sr. Professor, é com muita educação e respeito que despeço 😉

    4. E Sr. Professor apesar do comentários negativos á sua pessoa por má interpretação da sua menagem, tenho que referir que percebi ,de facto, o tom sarcástico da parte inicial do seu comentário 😉 e como referido num comentário a baixo, Pego nas suas palavras e faço minhas.

      Cumps

      1. Diria melhor, “o tom malcriado”, impróprio de um professor que se permite qualificar pessoas que não conhece, como burrinhas e ignorantes. Em princípio, não se trata de um professor mas de um pseudónimo. De qualquer modo, não acho (para mim, tenho certeza) que não foi correcto. E, cada um defende as suas ideologias sem ferir as dos outro. Como já disse, votei PPC mas, depressa me arrependi. Em quase 40 anos, só nas últimas eleições, não votei PSD. Passem bem

    5. Este professor, precisa de ser avaliado. Não tem o direito de chamar ignorante, seja a quem for. Por outro lado, não está actualizado uma vez que desconhece a imigração. e a vida real dos portugueses em geral (pelo menos da gente honesta que vive apenas com aquilo a que tem direito e que o Estado ainda não lhe roubou). É por causa destas mentes que Portugal está cada vez pior. Senhor PROFESSOR, eu também votei no PPC mas logo no início do seu governo, reconheci o meu erro. Infelizmente, não temos nenhum partido, em que se possa confiar. Pessoas de carácter, a mesma coisa. Todos cantam de galo porque têm os bolsos cheios, infelizmente, com dinheiro sujo. “subsídio miserável do Estado”… Não percebo. primeiro, está contra os que vivem à sombra da bananeira e depois, qualifica o subsídio de “miserável” ?

    6. O sr se é professor, devia de ter muita VERGONHA daquilo que está a dizer, é por essas e outras que algúns BONS professores vão para o DESEMPREGO, porque como pedagogo ( que devia ser ) é uma lástima para ser muito brando naquilo que lhe digo, É VERGONHA DOS BONS PROFESSORES, simplesmente R A L É, nem acredito que seja!!!!!!!!!!!!!!

    7. Mais ignorante é quem ignora a realidade pura e dura do desemprego neste país. Talvez fale desse modo por nunca ter tido dificuldades, por ter vivido em tempo de vacas gordas e ter arranjado facilmente um emprego (sabe naquele tempo em que para arranjar emprego bastava ter um “amigo”… Ah mas hoje também funciona assim..!!). É fácil generalizar quando nunca se passou por semelhante situação. Espero que nunca se tenha de colocar na interminável e ineficaz fila do centro de emprego ou que a sua família não tenha de depender de um miserável RSI… E veja que provavelmente existem mais desempregados que não auferem do RSI do que aqueles que sim, pois este tem como requisito o ter-se trabalhado durante um ano, mas se não há trabalho como se consegue este requisito. Hmm. pois.. talvez a solução seja realmente pegar na enxada ( o que dúvido que o Sr. Passos Coelho tenha alguma vez feito, o que lhe daria moral para recomendar tal coisa). Posso dizer que fiz da enxada a minha melhor amiga nestes tempos duros, mas daí a afirmar que me vai melhorar as condições de vida e retirar-me do limiar da pobreza…! Negociatas e corrupção é o que está a vender actualmente, e vocês são todos cúmplices, pois temos os governantes que são o nosso retrato enquanto sociedade.

    1. não vale mesmo nada para falar assim esta se mesmo a ver que nunca tarbalhou na vida é o que eu ouvi uma vez na radio uma visinha do passos coelho que dizia que nuca trabalhou????????

  3. 1 enxada para que se nao deixam trabalhar a terra em Portugal,so os impostos que pagas nao da para a sopa e trabalhar nao e so para a sopa e para a casa e para te vestires e muito mais e para ir de ferias tanbem,porque essa pessoa que esta dizer que pode dar 1 enxada ,vai de ferias mais de que 1 vez por ano veste emporio armani como todos os dias em restaurantes de luxo e ainda por cima tem uma casa a beira mar a custa de portugal dos portugueses e andam a gozar com toda a gente,em relacao a troika e verdade entao vai ser assim durante 50 anos mas eles nunca vao comer sopa nem viver num apartamento normal nem deixar de ir de ferias nem deixar de andar em viaturas de grande cilindrada que nome se dara as estas pessoas num futuro proximo eu sei qual e ladroes,nao me importa como os portugueses vivem

  4. Situações como estas são de lamentar, escusada a resposta tão agressiva de um Senhor que representa o nosso País, o Sr. Primeiro Ministro defendeu-se mas não precisava de ser desta forma. É mau para o País. Mas é a minha opinião, quem sou eu para o julgar…

  5. desempregada a anos deve ser boa prenda se fosse eu passos coelho rendimentos mininos todos no caralho , enxada pra todos , mai nada querem viver todos a custa do governo vao mas e trabalhar

    1. Caso nunca tenha notado é exactamente o oposto que sempre acontece!

      O Estado é que sempre viveu à custa do trabalho, impostos e roubos sobre cada português que para este descontou.

      Esses parasitas todos é que sobrevivem às nossas custas, o que é muito fácil até de ser observável, para tal apenas precisa de um olho e alguns neurónios em funcionamento.

      Informo-o que é exactamente graças a pseudo-intelectuais como você que temos os consecutivos governos de merda neste país como sempre tivemos durante o período supostamente democrático que atravessamos, durante a ditadura e durante a maior parte dos reinados anteriores a estes, com a agravante que os anteriores não podíamos escolher, o que perfaz da maior parte de nós um povo muito mas muito ignorante, a pensar exactamente como você pensa!

  6. ENQUANTO ALGUMAS PESSOAS DESEMPREGADAS PASSAM PELO CAFÉ E VÊEM O PESSOAL ENCOSTADO ÁS PAREDES E SEMPRE OS MESMOS? ELA DIZ QUE ANDAM A RECEBER OS GRANDES SUBSÍDIOS PARA NÃO FAZEREM NADA E MAENINA NEM DÁ CONTA QUE É PRECISAMENTE ISSO QUE ESTE GOVERNANTES DESEJAM; PÔR UNS CONTRA OS OUTROS, E FARTAM-SE DE REINAR CONNOSCO E VOCÊ PROVAVELMENTE, NESTE CASO ESCREVEU DISSE DE SUA CRITICA E NEM SABE O QUE DISSE BOTOU UMA BOCA POR DIZER IGNORA O QUE SE PASSA COM O DESEMPREGO E ELE DIVIDEM-NOS PARA REINAR

  7. Fico chocado quando leio mensagens injuriosas e graves, Esta linguagem destrutiva ´desvaloriza o individuo e seria recomendável que houvesse comentários dentro do conhecimento e educação para deixarmos de ser considerados analfabetos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.