Mulher holandesa quer casar-se com o cão, após ter ficado viúva do gato

Na Holanda, há uma mulher que está a planear casar-se com o seu próprio cão, isto depois de o gato com quem casou, há oito anos, ter morrido.

Dominique Lesbirel tem agora 41 anos e casou com o seu gato Doerack há 8. No entanto, Doerack teve de ser abatido aos seus 19 anos por estar a sofrer de insuficiência renal.

Parece estranho, mas eu não me casaria já com o Travis, apenas estou a planear. Ainda é muito cedo depois da morte de Doerack. Colocá-lo a dormir foi horrível, eu tinha-o comigo desde que ele tinha três anos, mas sinto-me sortuda por tê-lo tido 16 anos encantadores comigo.

O Travis já está comigo há vários anos. Ele era um vadio eu salvei-o quando vivia na Grécia. Eu deixava-lhe comida e água para que ele não tivesse que beber do mar. No começo, ele escondia-se nos arbustos, até que começou a ter coragem de chegar até mim para trocar carinhos. Um dia ele roubou os meus sapatos enquanto eu estava a nadar no mar e, com isso, ele roubou o meu coração.

Quando Travis foi contaminado por um vírus grave, Dominique decidiu levá-lo consigo e estão juntos desde então.

A cerimónia de casamento será feita através de Marryyourpet.com, um site que Dominique criou em 2003. O site possui vários milhares de visitantes por dia.

Nesse site, Dominique aprova os pedidos de casamento que as pessoas fazem e depois, cada casal, é levado a uma capela virtual no monitor do computador, onde trocam votos matrimoniais. Em seguida, o casal recém-casado recebe um certificado de casamento.

Dominique incentiva as pessoas a verem este tipo de cerimónia como um casamento normal, a planearem as coisas com antecedência, convidarem amigos e fazerem uma festa sumptuosa para comemorar. Este também tem uma regra de ouro para os casamentos, o divórcio não é opção.

A diferença entre uma cerimónia na igreja e a minha capela online é que eu não permito o divórcio. Eu não quero deixar que ninguém abandone o seu animal de estimação.

Quando o fiquei viúva do meu gato, eu senti-me muito deprimida e ninguém parecia entende-lo. As pessoas só diziam “Vamos lá, é apenas um gato’”, mas para mim não era só um gato, era o meu marido.

É por isso que eu estou agora a planear casar-me com o Travis. Ele deu-me tanta felicidade e amor incondicional. Eu só quero comemorar essa ligação.

Fonte: Jornal i


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.