Nove mentiras que contamos a nós próprios com muito frequência. Está na altura de mudares de atitude!

Ninguém gosta de mentirosos. Quando descobrimos algo falso, geralmente ficamos decepcionados, mas nos esquecemos que, frequentemente, somos nós os maiores mentirosos.

Hoje trazemos nove mentiras que costumamos contar a nós próprios, como elas se manifestam e quais as suas possíveis consequências.

1. Sou vítima do meu passado

Tu não és vítima do teu passado, és vítima e personagem principal do teu presente. Sim, as coisas que aconteceram determinam o que és actualmente, mas o teu passado continuará a perseguir-te apenas se permitires

  • Lembra-te: ao te prenderes no passado sacrificas o teu presente.

2. Sou muito velho para isso

A idade não importa.

  • Nelson Mandela tinha 76 anos quando se tornou presidente.
  • Leonardo Da Vinci pintou a Mona Lisa aos 51 anos.
  • O coronel Sanders, aos 61 anos, fundou o KFC.

Existem muitos outros exemplos. Enquanto duvidas da tua própria capacidade e pensas que o teu tempo já acabou, perdes cada vez mais a fé e as forças para realizar o que poderias já ter feito.

  • Lembra-te: jamais serás muito velho ou muito jovem para a tua vocação.

3. O dinheiro não me ama

Em primeiro lugar, dinheiro não foi feito para amar ou ser amado. Em segundo lugar, não penses que já fracassas-te com antecedência.

  • Começa com pouco e deixa o sonho ficar grande com o passar do tempo.

4. Quando eu tiver, serei feliz

Para de usar o verbo ter como sinal de felicidade. Ela não chega por meio do sucesso. Este tipo de alegria é passageira.

  • Procura a felicidade nas pequenas coisas, elas duram mais tempo e são muito mais recompensadoras para o espírito, do que estas coisas passageiras.

5. Posso deixar para mais tarde

Esta é a mentira mais comum que costumamos contar a nos próprios. O problema é que nós nunca sabemos quanto tempo temos na realidade. Um dia, podes acordar e perceber que já não tens tempo para fazer tudo o que tinhas estado a adiar. Ninguém sabe o que nos reserva o futuro.

  • Se vives à espera do momento correto para fazer alguma coisa, esse momento pode já ter passado e nunca mais voltar, ou pode simplesmente nunca chegar.

6. Sou um fracassado: as minhas tentativas foram em vão

Para de pensar em como deveria ser a tua vida e comece a pensar em trabalhar no que é real e torná-la no que imaginas. Mesmo se as coisas ainda não estão a começar a caminhar como deveriam, isso não quer dizer que não conquistas-te nada. Não desistas!

  • O sucesso é um processo feito de pequenos passos, com ações e soluções que pouco a pouco nos levam aos objetivos.

7. Ninguém me entende

Isso é o que a maior parte das pessoas pensa. Não penses que as pessoas não te entendem simplesmente porque elas não concordam contigo.

  • Lembra-te: as diferenças são bonitas e, às vezes, é muito importante conhecer opiniões diferentes das nossas.

8. Não sou como ele, por isso não não vai funcionar

Todos somos diferentes e temos algo a acrescentar. Vivemos constantemente a comparar-nos com outras pessoas, em geral com a carreira dos outros, mas nos esquecemos que cada um tem um tipo de vida, um tipo de aspiração.

  • Muda a tua maneira de pensar e pense na frase de uma outra maneira: se ele pode e eu quero, eu também posso.

9. Tenho uma dificuldade de criança, não vou conseguir

Aquilo que mais odeias em ti e que tentas esconder é, na realidade, aquilo que te torna único.

  • Os teus complexos são a tua essência, tem orgulho neles.

Segue a nossa página de facebook:



Vais Gostar de Ver

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.