Nunca mais deixes os teus medicamentos no WC! É importante!

A forma como os medicamentos são guardados, utilizados e transportados pode fazer com que eles percam a eficácia. Mas muita gente não sabe disso e acaba cometendo erros e colocando a própria saúde em risco.

Para evitar qualquer problema, a farmacêutica Adriana Oliveira, gerente de qualidade da RV Ímola, ensina a forma correta de guardar remédios.008_b_002_DSC01697

Erros ao armazenar e a usar remédios

Guardar remédios no wc

É muito comum que as pessoas tenham um espaço para os medicamentos no armário do wc, mas, segundo a profissional, isso jamais deveria ser feito.

“Os wc são os piores locais para se deixar um medicamento dentro de casa”, diz. Isso porque, nesse espaço, há uma variação muito grande dos níveis de humidade e temperatura, que podem, respectivamente, superar os 70% e os 30ºC quando o chuveiro está ligado. “

A indicação é que os remédios fiquem, no máximo, a 25ºC”, afirma. Segundo ela, o melhor lugar da casa para deixar remédios é no quarto, num local fresco e longe da incidência direta da luz solar.

Deixar no porta-luvas do carro

Pensando em possíveis emergências, há quem mantenha alguns remédios no porta-luvas do carro, o que pode ser útil nos primeiros-socorros. Mas isso pode danificar os medicamentos, pela mesma razão apontada no caso do wc.

“A temperatura dentro do carro em um dia de sol pode ultrapassar os 40ºC”, alerta.

Tirar os remédios da embalagem 

Nunca tires o comprimido da embalagem para colocá-lo em caixinhas para carregar medicamentos.

“Remédios expostos em condições más costumam ter a sua eficácia reduzida ou até mesmo nula em até 24 horas”, diz.
Se precisares de tomar um medicamento fora de casa e não puderes levar a embalagem contigo, o ideal é cortá-la. Porém, toma muito cuidado para não deixar nenhuma abertura no revestimento que protege os comprimidos.

Segurar remédios com as mãos

Quando os comprimidos são vendidos em vidros, e não em cartelas, é comum derrubá-los sobre as mãos antes de tomar, o que é mais um erro.

“Usa a tampa para segurar os remédios. Assim, se caírem dois ou mais, poderás devolver ao compartimento sem danificá-los”, explica. Ela diz que jamais se deve deixar os remédios caírem sobre a mão. “Quanto menos for exposto ao ambiente, mais o remédio será preservado”, afirma.

Deitar remédios fora

Não vais precisar mais tomar o medicamento? Já consumiste a quantidade prescrita e alguns sobraram? A validade venceu? Seja qual for o motivo, os remédios não devem ser deitados no lixo em hipótese alguma. “Medicamentos nunca devem ser descartados, nem no lixo, nem na sanita. Além de contaminar o meio ambiente, eles põem em risco animais e até pessoas que possam manipular aquele lixo”, afirma.

A melhor solução para descartar remédios é levar ao posto de saúde, hospitais, ou postos de coleta em farmácias. É importante ressaltar também que não se deve guardar um remédio pensando em utilizá-lo em outras ocasiões.

“O que foi receitado para mim, por exemplo, não servirá para outra pessoa que possa vir a sentir os mesmos sintomas. Nunca se deve fazer a automedicação”, finaliza.


Artigos Relacionados:

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.