Peão é multado ao atravessar na passadeira! É importante que saibas isto! Para não te acontecer!

Polícia multa peão na passadeira! Não, não estás a ler mal! Nem se trata de um erro de redacção! Já se imaginou estar atravessar uma rua numa passadeira para peões e ser multado?

Finalmente parece que há um agente de autoridade que sabe aplicar o código de estrada. Isto porque, se há condutores que usam e abusam da velocidade das suas viaturas em locais que não o devem fazer, a verdade, é que também há peões que usam e abusam, principalmente na forma como abordam uma travessia de peões na passadeira.

Acontece porém, que a grande maioria dos peões, não fazia a mínima ideia de que atravessar a rua numa passadeira pode mesmo dar direito a multa.

Para a grande maioria dos peões, o normal é ser autuado por passar fora da passadeira sempre que exista uma a menos de 50 metros de distância, atravessar na passadeira quando o sinal semáforo está vermelho para o peão. O que não é normal e o que quase todos desconhecem é que, o peão é obrigado por Lei a, verificar se há ou não, condições de segurança, antes de atravessar a faixa de rodagem. Ainda que sendo uma situação rara, por força da inaplicabilidade da Lei, por parte dos agentes reguladores do trânsito, aconteceu em Beja.

A notícia foi avançada pelo JN que diz, “peão de Beja foi multado por se ter precipitado para a passadeira, obrigando o condutor de um automóvel, que se encontrava a curta distância, a uma travagem brusca. Um agente de autoridade, que presenciou a cena, puxou do bloco de multas e autuou. Não o condutor, mas o peão.”

homem_passadeira_multa

A força de Lei para esta acção, está prevista no Código de Estrada no artigo 101.º do Código da Estrada,

“Decreto-Lei nº 265-A/2001 de 28-09-2001
CÓDIGO DA ESTRADA
TÍTULO III
Do trânsito de peões
Artigo 101.º
Atravessamento da faixa de rodagem

1 — Os peões não podem atravessar a faixa de rodagem sem previamente se certificarem de que, tendo em conta a distância que os separa dos veículos que nela transitam e a respectiva velocidade, o podem fazer sem perigo de acidente.

2 — O atravessamento da faixa de rodagem deve fazer-se o mais rapidamente possível.

3 — Os peões só podem atravessar a faixa de rodagem nas passagens especialmente sinalizadas para esse efeito ou, quando nenhuma exista a uma distância inferior a 50 m, perpendicularmente ao eixo da via.

4 — Os peões não devem parar na faixa de rodagem ou utilizar os passeios de modo a prejudicar ou perturbar o trânsito.

5 — Quem infringir o disposto nos números anteriores é sancionado com coima de € 6 a € 30.”

Almeida e Silva, jurista do Automóvel Clube de Portugal, explicou ao JN que, os peões, “além serem obrigados a escolher os locais devidamente assinalados, sempre que existam, os peões devem certificar-se de que há condições de segurança para o fazer”. Acrescenta, “O peão não pode, só porque está na passadeira, atravessar de qualquer maneira”.

“Se o condutor deve moderar a velocidade sempre que se aproxima de uma passadeira, prevendo a possibilidade de um transeunte querer passar, quem circula a pé tem o dever de não avançar se a distância a que se encontra dos carros inviabilizar uma travagem segura. Quantificar esta distância de prudência é que não é fácil, reconhece o especialista do ACP, já que, os 100 a 150 metros que geralmente se convenciona como sendo suficientes para uma travagem livre de perigos, podem não o ser. “Quando há um atropelamento numa passadeira, culpa-se sempre o condutor, mas, por vezes, a responsabilidade é do peão. Mesmo que se circule a 50 quilómetros por hora, imobilizar o veículo, em meia dúzia de metros, nem sempre é possível”, explica Almeida e Silva. À noite ou em condições de luminosidade reduzida, os cuidados devem ser redobrados.”

No caso de ser um dos peões que habitualmente comete esta imprudência, saiba que a coima prevista, varia entre dez e 50 euros, “um valor considerado pelo jurista como insuficiente para dissuadir as más práticas. Mais ainda porque os casos em que é aplicada são “muito raros”. O JN tentou, junto da Direcção-Geral de Viação, obter dados relativamente a esta infracção, mas tal não foi possível.”

Fonte: noticias.automoveis-online.com

Segue a nossa página de facebook:




27 thoughts on “Peão é multado ao atravessar na passadeira! É importante que saibas isto! Para não te acontecer!

      1. Alguns precisavam de ir para e Escola Primária,aprender a escrever,e também ter aulas de boas maneiras,para não julgar que as passadeiras são só dos peões.Por vezes usam e abusam duma lei que julgam ser só a favor deles !

      2. Alguns precisavam de voltar à Escola Primária aprender a escrever,e também ter aulas de boas maneiras,e não julgar que as passadeiras são exclusivamente dos peões,por vezes assiste-se a autênticos abusos,por ignorância.

  1. O que faço quando me apresento para passar uma passadeira(sem semáforos)numa situação perfeitamente visível para os condutores e estes não abrandam ou param para que eu possa atravessar?(terei de esperar por um/uma simpático/a)que me deixe passar?,também como vou atravessar rapidamente se não me for possível?

    1. Sim! Se quiser vir contar a historia. A vida é sua. E não. Primeiro existe muita gente que não passam na passadeira mas sim na “passeadeira”, como a fazer de propósito e sim dá multa ao peão. Existe muitos condutores que não param na passadeira ou porque vêm em cima ou então porque são estúpidos. Se não conseguir passar rápido a passadeira será ou por falta de mobilidade ou leva alguem com falta de mobilidade e aí certamente todos compreenderão.

  2. Acho muito bem que se multe os peoes sem educaçao au atrevessar uma passadeira – assim vai haver menos atropelamentos nas passadeiras – isso de atrevessar sem ter cuidado e falta de civismo gente sem educacaçao

  3. Já vi de muita coisa. Uns que atravessam a passadeira na bicicleta, entrando nela com se fossem normalmente na estrada, peões que atravessam a falar uns com os outros de qualquer maneira, invadindo a faixa de rodagem quando o carro está a passar, outros agarrados ao telemóvel entrando a mandar mensagens ou a falar não olhando para a faixa, enfim e cada vez que os peões são atropelados, geralmente cai sempre a penalização no condutor.

  4. E quando chegamos à berma de uma passadeira, paramos para verificar se há condições para atravessarmos e um carro pára de repente para nos deixar passar, causando um embate do veículo que vinha atrás dele?
    Já me aconteceu…..e, sem ter culpa absolutamente nenhuma, senti-me como se tivesse sido a causadora do acidente. De qualquer forma, e já que o trânsito se encontrava parado mesmo, atravessei calmamente a passadeira e fui á minha vida.

  5. Acho mesmo piada que agora venham dizer que os condutores não têm culpa. Ora, géniozitos, isto é muito simples: não é preciso muito bom senso para NÃO SALTAR PARA A FRENTE DE UM CARRO, FODASSE. Se não querem morrer não o fazem, ponto final. Ou cumpres essa lei, ou a multa que levas pode até nem ser em dinheiro. Por outro lado, não há que esquecer que isto não quer dizer que os condutores não tenham que ceder passagem, pois têm que o fazer SEMPRE QUE EXISTE UM PEÃO QUE PRETENDE ATRAVESSAR A ESTRADA NA PASSADEIRA. Resumindo: seguir o conselho dos paizinhos e olhar pros dois lados antes de atravessar, e a conduzir olhar pra frente e parar nas passadeiras. Não há mais nada a dizer para além de: deixem de ser burros, fodasse

    1. Eu lembro-me muito bem na primaria fiz uma visita de estudo de fixa de transito ou la como se chamava aquilo, e no final (a piada toda) era metade da turma era carros(triciclos grandes =o) e o resto era peao …
      E la nos aprendiamos que olhavamos para os lados, porcurando seguranca ao atravessar… e em caso de carro, sinalizar com a mao como sinal de “STOP” para saberem que o peao quer atravessar a passadeira …

      O problema eh que as pessoas pensao que podem atravessar esperando que alguma alma gemea o deixe atravessar mas na verdade devia-se sinalizar com a mao… fica a dica

    1. Pelo que leio por aqui, uns mais corretos, outros, mais para ignorantes e ironicamente sugerindo, desista e tente atravessar noutro dia… Eu sou peão e também sou condutora, já cheguei a estar a meio da passadeira, até ia a passar minimamente rápido (não gosto de atrasar a vida a ninguem), e tive de parar e dar um passo atrás porque aparece um carro que em vez de parar, acelerou, e até podia falar de outros casos mas pronto, resumindo, cada caso é um caso, nem tudo ao mar nem tudo a terra.

  6. O peão antes de atravessar distraidamente – abusadamente, deve dar a perceber ao condutor que se aproxima,- que pretende atravessar, pondo discretamente o 1º pé na faixa de rodagem. só depois do condutor parar, é que deve efetuar o atravessamento. O peão; PARA – ESCUTA – e – OLHA.

  7. Bom dia,
    Deixo aqui uma pergunta sobre algo que me chamou a atenção ao ler a notícia. segundo 2“Decreto-Lei nº 265-A/2001 de 28-09-2001
    CÓDIGO DA ESTRADA
    TÍTULO III
    Do trânsito de peões
    Artigo 101.º
    Atravessamento da faixa de rodagem” que diz no ponto 5 “Quem infringir o disposto nos números anteriores é sancionado com coima de € 6 a € 30.” como é que segundo a notícia, o Jurista do ACP diz “…saiba que a coima prevista, varia entre dez e 50 euros,..”
    Parece-me que há aqui uma discrepância de valores de 4€ na coima minima e 20€ na coima máxima.
    Alguém pode explica como isso pode acontecer???

  8. 3 coisas:
    – 1º se o carro já estiver a menos de 5 metros da passadeira é o peão que tem de parar
    – 2º a condição de segurança mais comum é quando o transito segue compacto e o peão manda-se para dentro da passadeira pondo-se a ele e restantes pessoas sujeitas a um acidente
    – 3º o que não falta é por aí gente a andar na rua com os 2 auriculares nos ouvidos… não ouve nada e muitas vezes tambem não vê

  9. E quando os peões se lançam para passar nas passadeiras mas ao telefone, a fazer video, cons auscultadores nos dois ouvidos, sem olharem para lado nenhum, etc etc.
    Se é proibido conduzir e estar com o telefone na mão a falar, também deveria ser proibido de atravessar estradas a falar ao telefone.
    Seria uma medida justa e que evitaria muitos atropelamentos ou pelo menos grandes sustos.

  10. Muito bem esse agente agiu muito bem terça feira fui enxovalhada em Setúbal por um peão que se atirou para a passadeira eu Pendilhe desculpa e ainda fui ofendida falta de Policiamento nos sítios certos Praça Olga Morais Sarmento em obras com um transito caótico não se vê um Agente da autoridade não se faz a rotunda como manda a lei não se faz piscas uma vergonha !!!!!!!!

  11. Se esta lei fosse igual em todo o País, mais de 90% dos peões em Castelo Branco seriam multados, porque com um carro a 2 ou 3 metros, atiram-se para cima da passadeira sem respeito algum pela própria vida, não querendo saber se o condutor tem ou não tempo de parar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *