Sabes porque acordas com remela? Nem imaginas! São incríveis os motivos!

A primeira coisa que a maioria das pessoas costuma fazer ao acordar é verificar as notificações do telemóvel e, em seguida, limpar o acumulado de remelas que se formou ao longo de uma noite de sono. Mas, como exatamente elas se formam e qual o motivo?

Conforme relatado pela BBC Future, tudo começa com as lágrimas – ou mais precisamente o filme lacrimal que reveste os nossos olhos. Nos mamíferos, os olhos são revestidos num filme lacrimal de três camadas, para ajudar no bom funcionamento ocular.

remela

A primeira, mais próxima do olho, é chamada de camada de glicocálice – composta principalmente de muco. Ela reveste a córnea e atrai a água, o que permite a distribuição uniforme da segunda camada: uma solução de lágrimas à base de água. Ela pode até possuir quatro micrômetros de espessura – quase tão fina quanto um fio de teia de aranha – mas é muito importante. É ela que mantem os olhos lubrificados e afasta potenciais infecções. Por fim há uma terceira e última camada exterior composta de uma substância oleosa chamada meibum – produzida na glândula meibomiana e feita de lipídios, como os ácidos gordos e o colesterol.

Assim, essa substância, presente apenas no corpo dos mamíferos, quando em contato com a temperatura normal do corpo humano, torna-se um líquido claro e oleoso. Quando arrefece, endurece, virando aquela cera sólida (ou cremosa) que popularmente chamamos de ‘remela’. Elas se solidificam no sono por algumas razões: Em primeiro lugar, enquanto dormimos o corpo tende a esfriar um pouco. Assim, conforme a meibum vai saindo pelos olhos, acaba entrando em um ponto de solidificação que as deixam sólidas. Em segundo lugar, de acordo com oftalmologista australiano Robert G. Linton, “dormir relaxa a ação muscular sobre os ductos das glândulas [meibomiana]” o que é suficiente para que elas escorram para os cílios ou canto dos olhos durante o sono.

Em outras palavras, durante a noite, nossos olhos são revestidos com mais meibum do que o habitual – e por isso, quando essa substância se esfria, podemos acabar com quantidades consideráveis de ‘remelas’ nos olhos. Contudo, de acordo com o especialista, essa substância é muito importante para a saúde dos olhos, já que ela retém a humidade e impede que lágrimas caiam constantemente pelo nosso rosto.

Fonte: jornalciencia.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.