Essas casas rotatórias portuguesas são o futuro!

Os jovens girassóis tem o seu próprio ritmo diário. De madrugada, eles encaram o leste e lentamente viram as suas flores para o oeste, seguindo o movimento do sol. Pela noite, as flores voltam ao leste e começam o ciclo de perseguição do sol novamente e agora, também as casas que o fazem.

A companhia portuguesa Casas em Movimento desenhou um modelo de casa rotatória de energia solar que perseguem o sol. Inspirados pelos girassóis, a arquitetura da casa integra inovação e sustentabilidade, enquanto também se adapta às necessidades do proprietário.

As estruturas podem rodar 180º e a cobertura do teto é de fotovoltaico (um material que converte luz para eletricidade, como os painéis solares) pode girar até 90º. O prédio e a cobertura podem se movimentar independentemente ou simultaneamente. A rotação combinada é capaz de produzir 25.000kWh/ano de eletricidade Para rodar, a casa requer eletricidade equivalente a apenas a seis lâmpadas de 60W ligadas por uma hora.

Os moradores controlam as velocidades, mas as rotações normalmente duram 12 minutos para que as pessoas não caiam dentro da casa. O design interior precisa ser versátil, porque a forma da casa muda com as rotações.


Segue a nossa página de facebook:




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *