O carro desta mãe de 4 crianças morre em uma rua escura, quando alguém bate na janela, ela não tem ideia do que a espera no dia seguinte.

Tawny Nelson, do estado de Wyoming, EUA, é mãe solteira de 3 lindas meninas e um bebê. A vida não tem sido fácil desde que seu ex a deixou. Quando ela precisa ir com urgência a uma loja para fazer compras à noite, ela coloca as crianças no carro e vai. Mas nesse dia, o carro para no meio da estrada escura, no meio de muita chuva. Porém, logo a jovem mãe desesperada recebe ajuda de uma maneira tão improvável, que ela acabou por partilhar a sua história no Facebook:

“A bateria do carro morreu. Meu telemóvel estava sem sinal. Eu não tenho nenhum familiar, eu estava sozinha. Eu sai do carro e abri o capo para me certificar de que a bateria não tinha se soltado. Não. Durante duas horas, eu devo ter pedido a mais de vinte pessoas para me ajudar a fazer uma ligação na bateria. Todos me ignoraram. Nem mesmo um “não”. Eles agiam como se eu não existisse. Minha filha de 5 anos estava tendo um ataque, meu bebê estava gritando, minha filha de 2 anos chorando porque estava com fome e minha filha mais velha tentando desesperadamente ajudar. Eu estava chorando desesperada, me sentindo a pior mãe de todas.

Então, alguém bateu na janela do passageiro. Um senhor velho (ele tinha 74 anos), manco, com uma bengala, estava do outro lado da janela. Eu abri a porta. Ele me entregou um prato de tiras de frango e biscoitos de uma loja e garrafas de água. ‘Dê de comer para suas crianças e a você também, moça. Um reboque está a caminho e minha esposa logo estará aqui para levar vocês todos para casa.’ Realmente, logo ela chegou seguida do reboque. O carro e nós fomos levados para casa.

Na manhã seguinte, o senhor retornou até minha casa com um mecânico, que trocou a bateria e o alternador, e arranjou a minha janela. Então o senhor foi embora e não voltou mais. Quando eu perguntei ao mecânico quanto eu lhe devia e se poderia fazer o pagamento, ele sorriu e me disse que aquele senhor já havia pago por tudo. Ele disse que o único pagamento que o senhor queria era que eu não desistisse e que eu continuasse sendo uma mãe maravilhosa.

Eu nunca chorei tanto na minha vida. As coisas estavam absolutamente horríveis. Mais do que eu conseguiria explicar. E sem nem nos conhecer e saber de nossa situação, esse homem gentil nos ajudou de formas que ele jamais saberá. O que ele fez trouxe de volta em mim a fé quando eu estava desistindo. Ele não aceitou sequer um abraço. Eu nunca vou conseguir agradece-lhe. Mas eu certamente espero que um dia eu faça por outra pessoa o que ele fez por mim.”

A atitude desse senhor desconhecido marcou profundamente a vida de Tawny. É reconfortante saber que existem pessoas assim no mundo.


Segue a nossa página de facebook:


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *