4 Exercícios simples que podes fazer em casa para aliviar a dor na cervical!

Cada vez mais pessoas sofrem de dor na cervical. Ela pode começar apenas como um incómodo e acabar com uma intensidade insuportável. O ideal é que seja identificada em tempo para que possa ser aliviada com simples exercícios. Se estiver passando por um processo de dor intensa, o melhor é procurar um profissional. Afinal de contas, com saúde não se brinca.

Comece com a identificação

Esta dor se concentra na zona cervical, parte posterior do pescoço. A sensação é uma espécie de pontada que se intensifica na medida em que passa o tempo, ou quando não descansamos.

Por que ela aparece?

  • Postura errada: ela pode aparecer pelo simples fato de o computador estar em uma posição que faz mal à postura.
  • Stress: pelo trabalho, pressão, problemas pessoais, etc.
  • Um esforço feito da maneira errada: pode ser um movimento brusco ou um exercício feito de maneira errada.

É muito importante prevenir e não apenas agir quando aparecerem os primeiros sintomas. Devemos nos conscientizar sobre as posições e os esforços que realizamos no dia a dia. Por exemplo, a geração mais jovem está sempre olhando para baixo, em direcção ao celular. Esta postura não é nada boa.

Que exercícios podemos fazer?

Antes de começar, entenda que esses exercícios podem ser realizados em qualquer momento, de maneira leve, pausada e consciente. Além disso, eles não devem causar dor.

1. Rotação cervical

No trabalho ou sempre que puder, sente-se correctamente, com as costas rectas e apoiadas no encosto da cadeira.

Os braços devem estar ao lado, relaxados e, se quiser, apoiados sobre as pernas.

Leve o queixo até um dos ombros, girando a cabeça e repita o processo para o outro lado. Realize várias repetições, se possível 5 vezes para cada lado.

2. Flexão lateral

Seguindo a postura anterior e apoiando as costas sobre uma cadeira ou poltrona, tente levar a orelha ao ombro.

Se quiser, acompanhe este movimento colocando a mão oposta na cabeça, como se a puxasse. Lembre-se de fazer isso suavemente, sem forçar.

Repita o processo do outro lado.

3. Movimentos para trás e para a frente

Leve a cabeça para trás e foque o olhar no tecto. Depois, volte para a posição inicial e leve o pescoço para baixo, olhando para o chão. Tente relaxar a mandíbula e solte o ar com calma. Evite curvar as costas.

4. Relaxe os ombros

Os ombros também formam parte do suporte da cervical, portanto é importante que você cuide bem deles.

Realize movimentos circulares com os dois ombros, girando-os para trás e, depois, para a frente.

Não curve as costas e repita o processo 10 vezes. Irá sentir como os ombros libertam tensão e aliviam essa ’carga’.

Outras dicas importantes:

  • Praticar algum desporto ou qualquer actividade física sempre faz bem. Libere tensões e relaxe os músculos. Não necessariamente a actividade deve ser intensa; yoga é uma boa alternativa para este tipo de dor.
  • Faça auto-massagem. Se não tiver alguém que possa fazer, tente fazer você mesmo, localizando a zona tencionada e massajando lentamente.
  • Faça compressas de calor na área afectada.
  • Mude pequenos hábitos. Um exemplo é como usamos o celular: não segure-o com os ombros. Alinhe o monitor do computador com a altura do seu olhar, nem mais para cima nem mais para baixo.
  • Evite carregar bolsas ou sacolas muito pesadas. Claro que isso nem sempre é possível, mas tente levar menos peso no seu dia a dia.
  • Levante objectos do chão com a força das pernas e não com a força das costas.

E, como sempre e mais uma vez, recomendamos uma consulta com o seu médico para ter certeza de que os exercícios irão ajudar e para comprovar que não sofre de uma lesão mais complicada.


Segue a nossa página de facebook:




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *