Não vais acreditar, mas estas coisas normais para nós, dão pena de morte na Coreia do Norte!

Os habitantes da Coreia do Norte são uma comunidade que desenvolveu uma cultura única. Um fato interessante é que a Coreia do Norte é, atualmente, um dos países que mais se mantém isolado no mundo. Na coreia do Norte existem punições rigorosíssimas para aqueles que cometem crimes no país. As penas que o ditador aplica para quem comete delitos e erros, sejam eles de quaisquer níveis, vão das absurdas às mais “aceitáveis”.

Então veja abaixo algumas coisas que são corriqueiras para nós, mas que são absolutamente proibidas na Coreia do Norte, e podem até resultarem em cadeia e até pena de morte:

1- Dormir no trabalho

coreia2

Seja na reunião de negócios, seja na própria mesinha onde você gira o PIB para seu país, a resposta para quem executa tal atividade com os olhos, lá do outro lado do mundo, é: não. Na Coreia do Norte é proibido dormir enquanto você trabalha. A cultura de lá dá bastante valor ao trabalho, pois segundo tradições ancestrais dos mais antigos coreanos, o trabalho é uma forma de a pessoa modificar o seu espírito, trabalhar a força da alma e se tornar um ser humano melhor a cada dia que exerce uma atividade que dignifica o interior. Para você ter noção da gravidade disso, até o próprio Ministro da Defesa do país foi executado com um tiro de bateria antiaérea por ter sido pego tirando um ronquinho. Na Coreia do Norte é proibido dormir a cesta e piscar o olho por segundos demorados.

2- Não existe liberdade religiosa lá

coreia3

Se você acha que pode sair por aí pregando e expressando sua crença religiosa na Coreia do Norte já pode ir guardando seu texto sagrado aí. A liberdade religiosa simplesmente não existe por lá. Há a existência de igrejas no país, mas elas são totalmente controladas pelo governo para manter a população digamos “dentro da cultura tradicional da nação” e evitar o surgimento de possíveis revolucionários.

3- Ter o mesmo nome que o “presidente”

coreia4

“Kim Jong-un” é o nome do atual ditador da Coréia do Norte, e ninguém mais pode ter esse nome por lá.  Se você pensa em homenagear o cara batizando o nome de seu bebê que irá nascer, pode ir mudando de ideia. Um ano antes do cara assumir o poder no lugar de seu falecido pai, a proibição começou a vigorar, e quem se chamasse “Kim” deveria procurar as autoridades para tratar de mudar de nome! Segundo o regime interno totalitário do país, o culto à personalidade dos líderes da dinastia Kim deve ser mantida e preservada.

4- Escolher sua própria profissão

coreia5

Escolher o que vai ser no futuro não é uma tarefa para os cidadãos da Coreia. Quem escolhe qual será o seu ganha pão no futuro é o próprio governo do país. Depois que você conclui o serviço militar aos 18 anos de idade, o cidadão é encaminhado para alguma profissão de acordo não com as vontades dele mas com as necessidades do país. A pena para quem não cumpre essa ordem é ir para algum campo de trabalho forçado.

5- Mulheres com umbigo de fora

coreia6

O conservadorismo baseado na família tradicional e na “moral e os bons costumes para preservar os bons cidadãos do futuro” imperam e forte no país do líder Kim Jong-un. Qualquer ato que incite “instintos sexuais” são proibidos a fim de se manter a ordem da nação.

6 – Pornografia e prostituição

coreia1

Os filmes adultos não são permitidos, logo, também, qualquer tipo de material pornográfico se inclui nessa lista. Cobrar para dar a outra pessoa prazer sexual também não pode nem ser cogitado. A repressão quanto a este tipo de atividade é total. Essas práticas são consideradas “formas aceleradas de capitalismo” no país, e reprimidas com prisão e, nos casos mais extremos, execução em praça pública.

7 – Sorrir, beber e falar alto

coreia7

Essa, certamente, é uma das coisas mais bizarras que o país do ditador proíbe e condena. Em certas datas do calendário de lá é proibido qualquer tipo de manifestação que seja de alegria, euforia e qualquer atitude nesse sentido. Um exemplo popular é o dia 8 de julho, quando os norte-coreanos perderam seu primeiro “Grande Líder”. Nesse dia é proibido beber álcool, falar em volume alto em qualquer via pública, dançar e nada que seja considerado “que desconfigure a ordem e o respeito ao momento”. O motivo das condenações sobre essas atitudes é que são ações vistas como desapropriadas pois “todo o país está em clima de luto”.

8 – Dirigir ou ter um carro

coreia8

Automóveis e carteira de motorista são itens considerados de luxo e ostentação por lá. Ter carro, saber dirigir são privilégios para poucas pessoas e que só os funcionários do governo podem ter. Estudos apontam que apenas uma em cada 100 pessoas no país tenha carro. As mulheres também são proibidas de dirigir, embora elas tenham permissão das autoridades para serem guardas de trânsito.

 

Fonte: fatosdesconhecidos.com.br


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.